sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Apresentação das obras "A Caminho de Santa Barbara" e "Trovador do Douro" - LISBOA




FINALMENTE EM LISBOA!
Dia 19 de Novembro às 17h00.
Entrada e presença gratuita.
Apresentação feita pelo ilustre Dr. José Gomes Quadrado (sociólogo, comentador e escritor)
No final será oferecido o tradicional "Douro de honra" (Porto de honra)!

Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro de Lisboa
Praça do Campo Pequeno, 50 – 3º Esqº
1000-081 Lisboa
Tel: 21 793 93 11 Fax: 21 793 91 98
e-mail: ctmad@clix.pt

Conto com a tua presença !

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Vejam que lindo, o resultado no Municipio de Tábua ...o 4º Ciclo




No dia 31 de Outubro de 2011, por cortesia da Biblioteca Municipal, a Escola Básica 2 de Tábua acolheu a escritora Maria Cristina Quartas que realizou diversas sessões para os alunos do 4.º ano.

A autora conversou com os alunos sobre “o que é ser escritor”, dando a conhecer momentos do seu percurso literário. Referiu a importância dos sentidos, da fantasia, dos sonhos, dos sentimentos e até dos “anjos” que nos ensinam a pensar e a descobrir quem somos.

O público ouvinte, com a espontaneidade própria dos 8 e 9 anos, partilhou experiências, desejos e até teorias sobre sentimentos nobres, como a amizade e o amor.

O interesse revelado aquando da apresentação das obras “A Caminho de Santa Bárbara” da autoria da escritora e “Trovador do Douro”, obra póstuma do Professor Doutor Mário Anacleto, evidenciou a sensibilidade e o respeito destes alunos por quem domina a arte da escrita.


Dia 12 de Novembro, pelas 17h00, na Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro em Braga CTMAD




CASA DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO

Pessoa Colectiva de Utilidade Pública

Fundada em 11 de Julho de 1986

Cont. 510 803 602

Rua Simões de Almeida, 95, Salas 16 B/C, Apartado 571

4715-105 BRAGA

Tel. / Fax 253 216 038

Press-release: Dia 12 de Novembro: Magusto de S. Martinho e Sessão cultural para lançamento de dois livros: A Caminho de Santa Bárbara, Cristina Quartas e Mário Anacleto e O trovador do Douro, Mário Anacleto (obra póstuma, org. de Cristina Quartas)

No próximo dia 12 de Novembro, sábado, a partir das 17:00 horas, a casa de Trás-os-Montes em Braga vai festejar o S. Martinho e proceder à cerimónia de apresentação pública nesta cidade de dois livros de autores ligados à região, concretamente ao Douro Superior. Trata-se dos livros supra referidos, com a presença da autora, a Dra. Cristina Quartas e com a presença da senhora vereadora do pelouro da Cultura e do Turismo da Câmara de Vila Nova de Foz Côa, Dra Andreia Almeida. É desta região e do rio Douro que vamos falar e por onde vamos viajar, antes de comer as castanhas assadas, provenientes de Jales, Vila Pouca de Aguiar.

Um dos livros, O Trovador do Douro, é uma obra poética póstuma do músico Mário Anacleto, um tenor português recentemente falecido e que, nas várias dimensões do seu currículo, cultivou o fado de Coimbra, tendo editado algumas criações e publicado alguns estudos específicos. A sua obra poética foi compilada por Cristina Quartas e, embora ele não fosse originário do Douro, revela a importância decisiva que o imaginário duriense exerceu na sua personalidade de músico, intérprete, compositor e estudioso. Um dos seus fados mais conhecidos, guitarra carpideira, traz para o nosso presente uma das temáticas mais recorrentes no fado, a ideia de vida breve, na urgência de se viver contra a inevitabilidade da morte:

Ai quantas vez a gente canta

Mesmo com a vida a gemer

Trago a voz sempre a chorar

Preparada pra morrer (guitarra carpideira)

Quanto à outra obra, A Caminho de Santa Bárbara, também da autoria de Cristina Quartas e com a colaboração de Mário Anacleto, é uma mostra narrativa dos valores patrimoniais durienses, perspectivados a partir da aldeia de Mós do Douro, daquele miradouro que a capela de Santa Bárbara consagra como ponto de viragem das tormentas e das aflições. As casas, as obras públicas, os caminhos, as actividades agrícolas e domésticas, as rezas e crenças, as histórias e as palavras consagradas, as árvores, as fontes, as flores, a paisagem – em suma, um quadro que a escrita valoriza e a sensibilidade releva como resultado de sacrifícios, tormentas, aflições, sonhos e projectos. Os caminhos de uma aldeia são os caminhos do mundo, tal é a intenção da escritora.

Toda a gente tem na memória a oração a Santa Bárbara em tempos de trovoada danada:

Santa Bárbara bendita / Que no céu estais escrita / Com papel e água benta / Livrai-nos desta tormenta. / - Onde vais, Bárbara? / - Vou espalhar as trovoadas /Que no mundo andam armadas. / - Pois vai, Bárbara / Deita-as ao mundo maninho / onde não haja pão, nem vinho / (Nem eira nem beira /, nem raminho de figueira / nem gadelhinha de lã / nem alminha cristã / nem pedrinha de sal / nem coisas que faça mal) Nem meninos a chorar / Nem galinhos a cantar.

A Casa de Trás-os-Montes apela aos associados e às pessoas interessadas para que aproveitem este evento de modo a juntarem numa mão só duas iniciativas complementares: a cultura e a gastronomia, os livros e as castanhas, prosseguindo assim os fins da divulgação e da animação cultural.

Obrigado.



sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Município de Tábua (Distrito de Coimbra), dia 31 de Outubro no 1º Ciclo escolar: O que é ser escritor? Com a escritora Maria Cristina Quartas






No Município de Tábua (Distrito de Coimbra), dia 31 de Outubro no 1º Ciclo escolar: O que é ser escritor?
Exposição feita pela escritora Maria Cristina Quartas, autora do livro "A Caminho de Santa Bárbara", editado e publicado pela CMVNFoz Coa, recentemente.
Serão objectivos deste encontro: incentivar as crianças a sonhar, dar asas à sua imaginação, criatividade e expressão.
Motivar as crianças à leitura e à escrita. Motivar e apelar à beleza da Natureza e de tudo o que as rodeia.
O livro "A Caminho de Santa Bárbara" é um caminho aberto a todos os lugares onde o AMOR e a PARTILHA existem. É um longo caminho direcionado para todas as direções e sentidos da vida.
Para todas as idades.
Honra-me estar na próxima 2ª feira, nesta bela localidade Beirã, falar da freguesia de Mós (Vila Nova de Foz Coa), partilhando também, tradições, costumes e saberes particulares daquela região do Alto Douro.
... fazer inter-câmbio das diferentes regiões do nosso belo Portugal!

Maria Cristina Quartas

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

AGORA EM LISBOA - Apresentação das obras "A Caminho de Santa Bárbara" e "Trovador do Douro", dos Autores Maria Cristina Quartas e Mário Anacleto
















FINALMENTE EM LISBOA!







Dia 19 de Novembro às 17h00.





Entrada e presença gratuita.





Apresentação feita pelo ilustre Dr. José Gomes Quadrado








Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro de Lisboa


Praça do Campo Pequeno, 50 – 3º Esqº


1000-081 Lisboa







Tel: 21 793 93 11


Fax: 21 793 91 98









Conto com a tua presença !

"A minha aldeia", do livro "A CAMINHO DE SANTA BÁRBARA"




Ai! no fim da minha aldeia
acaba a luz da candeia
olhas o céu estrelado
nele te sentes cravado

E cada clarão que risca
e cada estrela que pisca
paracem gostar de ti
loucas de te ver ali

A minha aldeia é um monge
é uma terra tão longe
mesmo no meio dos montes
parada nos horizontes

Só ali há natureza
cada flor é uma beleza
cada estrela é nomeada
com seu nome batizada

São estrelas de carne e osso
calcando o mato que roço
as claudinas e cristinas
e mais estrelas matinas

E as estrelas nunca findas
as clarindas e as mais lindas
estrelas tão longe e com luz
redondinhas ou em cruz

Mas não há mar nem há algas
há as aldas e as fidalgas
até a poetisa homera
que já o poeta não espera

Na terra do meu amor
há o burro e o pastor
e até os bazareus
fizeram bazar nos ceus

Há quartas e esperanças
os quadrados e bichanças
augustas e batateiros
e no céu tantos luzeiros

Há teresas e alices
todos fazemos tolices
com o cheirinho da terra
que a manhã desenterra

E para além dos cometas
de cauda longa e facetas
há os tiaitas e dilas
lobos e ursas às filas

Santa Bárbara está perto
dos trovões em tempo incerto
padre nosso que deus fez
p'ra os dominar de uma vez

Ancas de virgem tem ela
e uma cabeça singela
barriguinha de princesa
deitada na pedra tesa

A minha aldeia é lá fora
quase ninguém lá mora
silêncio, saudade e mágoa
que vêm a tona da água

decantados pela vida
dia-a-dia empedernida
há vinhedos e há mós
e o trabalho dos avós

Minha aldeia transformada
nem rica nem atrasada
tão pura, tão em deleite
como a luz do nosso azeite!

Dele se fazem estrelas
pelos montes e ruelas
e no fim, a minha aldeia
acaba na luz da candeia!


in "A Caminho de Santa Bárbara",

Maria Cristina Quartas

"Casinhas de xisto" - do Livro "A Caminho de Santa Bárbara"




Chego de longe da aldeia de onde parti criança,
arregalando os olhos grandes e tão afoitos por aí fora,
de onde ficaram donzelas esquecidas no tempo
e têm agora a cor das casinhas dos bisavós de outrora

Venho de onde o verde se dá com a passarada
e o campo santo tem o tamanhinho do terreiro da vida!
Guardando as almas e as pombas em revoada
intercede e reza Santa Bárbara, no alto da sua ermida!

Ai pedras de xisto que escorreis ao Douro
esta seiva com que se amassa a vida e se turba a voz!
Viveis suspensas com o rigor dos elementos,
finais prensadas como azeitona nos gemidos dessas mós!

Venho alagado em lágrimas de saudade,
de um céu que me cobriu, cravejado de estrelas sem igual
e onde os montes adormeceram gigantes.
Venho do sítio ermo onde há o céu mais lindo de Portugal!


in "A Caminho de Santa Barbara"

Maria Cristina Quartas

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Apresentação das obras "A Caminho de Santa Barbara" e "Trovador do Douro" - LISBOA






FINALMENTE EM LISBOA!
Dia 19 de Novembro às 17h00.
Entrada e presença gratuita.
Apresentação feita pelo ilustre Dr. José Gomes Quadrado

Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro de Lisboa
Praça do Campo Pequeno, 50 – 3º Esqº
1000-081 Lisboa
Tel: 21 793 93 11 Fax: 21 793 91 98
e-mail: ctmad@clix.pt

Conto com a tua presença !


http://www.youtube.com/watch?v=aOE2_WI88fI


domingo, 29 de maio de 2011

Apresentação dos livros: "A Caminho de Santa Bárbara" e "Trovador do Douro" na Escola Secundária de Águas Santas


Para todas as idades....
Amanhã dia 30 de Maio, na Escola Secundária de Águas Santas (Maia), serão apresentadas as obras "A Caminho de Santa Bárbara" e "Trovador do Douro", com intuito de promover, divulgar e incentivar os nossos jovens ao contacto com a Natureza, saber observá-la, entendê-la e saber escutá-la. De igual forma, mostraraos meninos da Cidade, como é a vida nas aldeias nas regiões de Tras-os-Montes e Alto-Douro, e a beleza que existe naquela região (das tradições/habitos/gentes)
Passar as mensagens principais das obras (Amor e a Partilha). E faz parte também deste projecto, divulgar o escritor Mário Anacleto.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

28 de Maio, 15h00....Agora no PORTO... "A Caminho de Santa Bárbara" e "Trovador do Douro"

Dia 28 de Maio, pelas 15h00, na Rua Costa Cabral, 1037



Casa Regional dos Transmontanos e Altodurienses do Porto



Apresentação das obras "A Caminho de Santa Bárbara" e "Trovador do Douro"
Autores: Maria Cristina Quartas e Mário Anacleto




Almoço com pre-inscrição: Contacto 965 893 653




















sábado, 14 de maio de 2011

Lançamento da obra "A Caminho de Santa Bárbara", no Salão Nobre da Câmara de Vila Nova de Foz Côa, dia 21 de Maio


Lançamento da obra "A Caminho de Santa Bárbara", no Salão Nobre da Câmara de Vila Nova de Foz Côa, dia 21 de Maio, em cerimónia Comemorativa do Feriado do Municipio.Estão todos convidados!


http://www.youtube.com/watch?v=R7f189Z0v0Y



domingo, 24 de abril de 2011

AGRADECIMENTOS: Dia 23/Abril - Apresentação dos livros: "A Caminho de Santa Bárbara" e "Trovador do Douro"



http://www.youtube.com/watch?v=JsLWT_K8pJM&feature=related


Agradeço publicamente a todos quanto, de uma forma ou de outra, contribuiram para que o momento de ontem (23/Abril, 16h30 na Junta de Freguesia de Mós) tenha sido um dos mais belos momentos vividos e sentidos por mim.

Em nome do Professor Mário Anacleto, agradeço de igual forma, toda a homenagem prestada e as palavras verdadeiramente sentidas ditas à sua obra e ao seu valor.

De igual forma, o que foi referido em relação a mim....

Agradeço as presenças honradas dos Representantes da Câmara de Vila Nova de Foz Coa, Presidente da Junta de Freguesia de Mós, do Governador Civil da Guarda, do Padre Acipreste Ferraz, à ACDR de Freixo de Numão- Dr. Coixão, e restantes figuras publicas presentes.

Agradeço também a todos os amigos, familiares e Mosenses no geral...

A Freguesia de Mós, está de parabéns pela organização elegante, pela forma hospitaleira e calorosa como acolheu este evento.

Uma vez mais, se exaltou a beleza das coisas feitas com amor e o valor das pessoas simples e naturais.

Ontem, foi o Dia Mundial do Livro. E foi o dia que as obras "A Caminho de Santa Bárbara" e "Trovador do Douro" foram apresentadas. O Grande dia chegou: o grande dia para o Professor Mario Anacleto e para mim também.

E assim foi.

Honra-me por tudo isso, ter sido fiel no seu desejo, acima de tudo!

Tenho a certeza absoluta, que a nossa Obra vai fazer muitos sorrisos no rosto e no coração de muita gente e algumas lágrimas de emoção também.

Senti e sinto convictamente, que um homem continua vivo enquanto o lembrarmos e enquanto dele falarmos.

E duma coisa tenho a certeza absoluta: em Mós, "Entre montes e vales, numa terra árida e rochosa, de pó seco e trovoadas majestosas... de chuvas, de ventos fortes, de granizos e neves... de amendoeiras em flor e campos de papoilas e cardos agrestes, onde Santa Bárbara é padroeira e habita lá num alto....", "... na terra onde nunca passou Cristo...", MÁRIO ANACLETO continuará vivo manifestando a sua Sensibilidade e sensualidade na beleza das flores do campo, na harmonia linhas dos vales e nas curvas do Rio Douro. E a sua voz será os Ecos do Montes na sinfonia do silêncio da Mãe Natureza.

Obrigada Professor Mário Anacleto!

Obrigada a todos.

Maria Cristina Quartas

24/Abril/2011

quinta-feira, 14 de abril de 2011

terça-feira, 5 de abril de 2011

Livro: "Trovador do Douro", de Mário Anacleto



"Trovador do Douro"

Obra póstuma do Professor Mário Anacleto.
Elaborada por Maria Cristina Quartas.

Livro a ser Editado e Publicado brevemente.









segunda-feira, 4 de abril de 2011

Será brevemente Editado e Publicado o livro.

"A Caminho de Santa Bárbara"

Autores: Maria Cristina Quartas e Mário Anacleto


CLIQUE AQUI P.F: http://www.youtube.com/watch?v=_waEhfcsRg8




domingo, 6 de março de 2011

"Santa Bárbara em flor", poema de Maria Cristina Quartas

Fotos de MCQ


Eram tantas as florinhas
Que eu vi a escorrer pelo monte
Pétalas brancas perfeitinhas
Aglomerados ramalhetes no horizonte.

Arranjos de flores em verdes hastes
Troncos com pétalas crivadinhos
Eram assim as flores enfiadas
Nos jovens ramos espetadinhos.

Eram tantos e em tantas direcções
Exibindo os seus arranjos
Finas flores de filigrana
Beijos da Santa pelos anjos.

Eram tantas e tantas na árvore
Que pareciam ramos de mármore
Brancas com a luz do dia
Alvas com a luz sombria.

Escorria em novelos arredondados
E o chão de branco cobria
Deixando os socalcos crivados
Como flocos de neve fria.

Tão linda, leve e fina
A flor jazia no chão
Deixando a coroa à sua sina
De onde surgirá o grão.

Santa Bárbara lá no alto
Toda enfeitada de véu branco
Lindo traje de renda fina
Coberta de leitoso manto.

Tão perfeita a barriguinha
Que sustenta a bela Santa
Eleva-a ao céu para a proclamar
Coberta na bela manta.

Santa Bárbara em flor
Coberta de alva flor de amendoeira
Aconchega com amor…
Acolhe todos da mesma maneira!

Maria Cristina Quartas
27/Fevereiro/2011

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

"Soneto às oliveiras das Mós", poema de Maria Cristina Quartas


http://www.youtube.com/watch?v=qUPbz4oL_08&feature=related

Símbolo de sabedoria, paz e abundância

De longe vem tua história enriquecida

Alimento de boa substancia

Em significado bíblico, na saúde e na alegria.


Tens lindas folhas pequeninas, simples e luzidias

Que sorriem ao mundo com face prateada

E no esplendor da luz do dia

Te cobres com a capa verde acinzentada.


Vaidosa te ornamentas com jóia singela

Azeitona verde ou preta

És de todas a mais cobiçada donzela.


Nos vales, encostas e cumes te alteias

Oliveiras de Santa Bárbara

Que às Mós deste o nome mais lindo das aldeias!


Maria Cristina Quartas

2011.02.13

http://www.youtube.com/watch?v=qUPbz4oL_08&feature=related


Fotos de MCQ

"Fonte do Terreiro", poema de Maria Cristina Quartas


http://www.youtube.com/watch?v=y6hdDOFtW64&feature=related

Lá de longe corre o regato

com destino até ao Douro.

Passa no Terreiro das Mós

corre em bica no bebedouro.


Nasce no Torninho e Nogueira

a água pura e mineralizada.

Corre de mancinho a ribeira

fazendo sempre a sua jornada.


Da nascente ela vem,

embelezando o vale serrano.

Baloiçando nas pedras que a embalam,

sai leve, pura e fresca pelo cano.


Oh Fonte do Terreiro,

Quantas histórias tens tu destas Mós?

Desde a água que nos dás

até às lendas dos nossos avós!...


Quantos segredos guardas

das noites dos cântaros em filas...

dos suspiros destas gentes…

das alegrias contigo repartidas!


Na conchinha da mão do meu pai eu te bebi

e mais tarde com os meus lábios te toquei.

Fonte da minha alma, que te recordo com saudade

tempos de outrora, belos tempos da mocidade!


Fonte do Terreiro das Mós,

que guardas almas no teu coração.

És emblema e história neste Povo

És fonte de inspiração!...


Maria Cristina Quartas

2011-02-12


Fotos de MCQ

"Pedrinhas do Vale Trigo", poema de Maria Cristina Quartas


http://www.youtube.com/watch?v=D1hC_TCTTIU&feature=related

Saltito as pedrinhas do Vale Trigo

no caminho que faço brincando.

Sozinha pela encosta da montanha

desço o vale dançando.


Sou a clave de sol

com transinhas animadas.

Faço pauta das pedrinhas

com cantigas inventadas.


Gaiata e catita de saia rodada

baloiço mil movimentos

duma forma coordenada.


Pé-ante-pé num caminhar ritmado

faço musica, faço rima

nesta composição que me anima.


Sou garota gingela sem presa, nem tempo.

Canto cantigas ao vento na minha passarela!


Maria Cristina Quartas

2011.02.12

http://www.youtube.com/watch?v=D1hC_TCTTIU&feature=related


Fotos de MCQ